Preloader

Meio Ambiente e Sustentabilidade

Ilha norueguesa luta para resgatar "bomba tóxica" nazista que naufragou há 74 anos

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019
Ilha norueguesa luta para resgatar "bomba tóxica" nazista que naufragou há 74 anos

Faz 15 anos que a Noruega luta para decidir o que fazer com uma "bomba tóxica" encontrada no fundo do mar: trata-se do submarino nazista U-864, que contém 65 toneladas de mercúrio, uma das toxinas mais mortais que existem. Depois de algumas soluções propostas, agora as autoridades do país estudam se é possível remover a embarcação por completo do lugar sem causar vazamentos.

A Marinha norueguesa encontrou o submarino na ilha de Fedje, no sudoeste do país, em 2003, a cerca de 150 metros de profundidade. Desde então, as autoridades têm estudado alternativas sobre o que fazer com a embarcação enquanto emitem recomendações à população local, entre elas a de que mulheres grávidas, lactantes e crianças deixassem de comer frutos do mar capturados nas proximidades dos destroços, de acordo com o canal de televisão NRK.

No ano passado, o governo norueguês havia decidido incluir no orçamento de 2019 as depesas para selar o submarino com um estanque coberto, mas, posteriormente, as autoridades preferiram iniciar um novo debate sobre a segurança ambiental das alternativas. Agora, a administração da costa norueguesa anunciou o plano de resgatar o submarino até 2020.

"Até novas informações, o trabalho está sendo mantido. Nós analisaremos se os destroços podem ser removidos com a nova tecnologia", disse o prefeito de Fedje, Stian Heroy.

O U-864, de 88 metros de comprimento, fazia parte da Marinha da Alemanha nazista. Ele estava tentando levar ao Japão uma grande carga de mercúrio, peças de caças e desenhos de engenharia quando foi detectado pela Marinha britânica. Em 9 de fevereiro de 1945, o submarino foi atingido por um submarino britânico, naufragando no Mar do Norte, a oeste de Bergen.