Preloader

Escandinávia e Brasil

Comunicação móvel: sueca Sinch compra a TWW e estreia no Brasil

segunda-feira, 14 de outubro de 2019
Comunicação móvel: sueca Sinch compra a TWW e estreia no Brasil

Fundada na Suécia em 2008 e com valor de mercado de US$ 8,7 bilhões, a companhia sueca Sinch acaba de anunciar sua chegada ao mercado brasileiro. A empresa, que atua no segmento de comunicação móvel via nuvem, acertou a compra da TWW do Brasil, em negócio fechado por R$ 180,75 milhões. A aquisição deve ser concluída até o fim deste mês, segundo o comunicado distribuído na última quinta-feira.

O que explica esse acordo? Segundo a própria Sinch, a decisão está diretamente ligada à "cultura (de telefonia) móvel profundamente arraigada" no Brasil. "Muitos (brasileiros) não têm um endereço de e-mail, por exemplo, e preferem utilizar funções nativas de seus smartphones, como SMS e aplicativos de bate-papo, como as principais formas de comunicação", descreveu a empresa. "No Brasil, o engajamento dos consumidores com mensagens móveis continua a ganhar popularidade tanto entre empresas locais quanto entre as que passam a atuar no país."

LEIA TAMBÉM:
Escandinávia comprova força em ranking de competitividade digital
A sueca Storytel quer que os brasileiros também ouçam livros
Ao comprar a Climatempo, norueguesa StormGeo vira a maior empresa de meteorologia do Brasil

Segundo um levantamento citado pela companhia sueca, 60% de todas as conexões à internet registradas no Brasil são feitas por smartphones, com os quais os brasileiros gastam mais, em média, mais de três horas por dia. “A aquisição da TWW fortalece nossos objetivos e nos dá presença em um mercado crescente e dinâmico", disse, em nota, Oscar Werner, CEO da Sinch.

A TWW trabalha com mais de 3 mil empresas no Brasil no mercado de engajamento móvel. Em 2018, a companhia enviou mais de 3,4 bilhões de mensagens em nome de seus clientes. Atualmente, ela é a terceira maior do Brasil no segmento, com receita que somou mais de R$ 135 milhões ano passado.

“O sucesso de nosso negócio deve-se à qualidade dos serviços e a um foco enorme na satisfação do consumidor. Ao lado da Sinch, podemos continuar crescendo e lançar novos produtos na nova geração de mensagens por voz e video,” disse o CEO da TWW, Anthony Pain, também em nota.