Preloader

Inovação

Sueca Volvo chega a 1 milhão de veículos comerciais conectados

quarta-feira, 9 de outubro de 2019
Sueca Volvo chega a 1 milhão de veículos comerciais conectados

A Volvo acaba de chegar à marca de 1 milhão de veículos comerciais - caminhões, ônibus e equipamentos de construção - conectados em todo o mundo. O número foi alcançado na última semana, quando a montadora sueca entregou quatro escavadeiras para a empresa de aluguel de equipamentos GSV Materieludlejning, em cerimônia realizada na Dinamarca.

Do total, 80 mil estão rodando na América Latina, de acordo com a companhia. No Brasil, a lista inclui, por exemplo, alguns dos ônibus que integram o serviço de transporte público de Curitiba (foto). 

LEIA TAMBÉM:
Autônomo é pouco: sueca Scania apresenta caminhão sem cabine
Líder em carros elétricos, Noruega agora vai fabricar seu próprio modelo
Conheça o Sion, o carro elétrico feito na Suécia que é autossuficiente e 100% reciclável

Com a tecnologia de conexão, a Volvo consegue fazer uso inteligente dos dados sobre o desempenho dos veículos. Isso permite aumentar sua produtividade, reduzir ruídos e emissões de poluentes, melhorar a segurança no trânsito e estender a vida útil dos veículos. 

"As soluções conectadas permitem que os caminhões, ônibus e equipamentos de construção de nossos clientes fiquem mais tempo em operação, com mais segurança para os motoristas e operadores e também para os outros usuários das estradas, com menos emissões de dióxido de carbono", disse, em comunicado, Martin Lundstedt, CEO do Grupo Volvo. "O primeiro milhão de dispositivos conectados é apenas o começo. Estamos comprometidos em manter nossa liderança em conectividade.".

A companhia sueca tem se dedicado ao segmento de veículos comerciais desde a venda da Volvo Cars para a Ford, em 1999. A unidade ficou sob o controle da montadora americana até 2010, quando foi adquirida pela Geely, uma das maiores fabricantes de automóveis da China.

Isso não impediu a Volvo de seguir disseminando a mobilidade conectada também em outras frentes. Até o fim do ano passado, por exemplo, a empresa manteve o controle da WirelessCar, unidade de desenvolvimento de soluções de conexão para automóveis. Para se concentrar na operação de veículos comerciais, a empresa sueca vendeu a WirelessCar à Volkswagen. O negócio foi fechado em dezembro por US$ 122 milhões.