Preloader

Sociedade

Stora Enso, a empresa mais antiga do mundo, terá sua primeira CEO

segunda-feira, 30 de setembro de 2019
Stora Enso, a empresa mais antiga do mundo, terá sua primeira CEO

A sueco-finlandesa Stora Enso, fabricante de papel e celulose, é amplamente reconhecida como a empresa mais antiga do mundo ainda em atividade. A estrutura atual da companhia surgiu em 1998, ano da fusão entre a Stora, da Suécia, e a Enso, da Finlândia, mas sua origem data de 1288, quando a Stora nasceu, ainda como uma mina de cobre. Agora, após tantas reviravoltas, a companhia acaba de revelar uma particularmente marcante: pela primeira vez ela terá um comando feminino.

Annica Bresky foi anunciada na última quinta-feira (26/9) como a escolhida para assumir o posto de principal executiva da empresa. A nova CEO tomará posse no dia 1º de dezembro, ocupando o lugar de Karl-Henrik Sundström, que anunciou em agosto sua decisão de deixar o grupo.

LEIA TAMBÉM:
Sete empresas escandinavas entram no "ranking da boa fama"
A sueca Storytel quer que os brasileiros também ouçam livros
A vida de inovação, fortuna e filantropia do sueco Hans Rausing, da Tetra Pak

Até ser escolhida para o principal posto executivo da Stora Enso, Annica Bresky, de 44 anos, estava no comando da Consumer Board, unidade de produção de papéis de alto valor agregado que é uma das cinco divisões operacionais da empresa. Ela assumiu a função em 2017. Sua trajetória na indústria começou em 2001 e incluiu experiências em funções operacionais e executivas na Iggesund Paperboard e na Billerud Korsnäs.

“Eu estou muito honrada com essa oportunidade. Estou ansiosa para continuar a construir o futuro da Stora Enso junto com nossas equipes competentes de toda a companhia", disse a executiva, em comunicado. Na mensagem, ela não deixou de tratar de sustentabilidade. "Estamos bem posicionados para crescer com nossos clientes e apoiar seus negócios com soluções sustentáveis e inovadoras. Ao lado de meus colegas da Stora Enso, nossos clientes e parceiros em todo o mundo, aceleraremos nossos esforços como pioneiros no combate ao aquecimento global.”

Com sede em Helsinque, a companhia sueco-finlandesa tem unidades operacionais em 14 países, entre eles o Brasil. Aqui, a empresa é dona de 50% da Veracel, unidade de produção de celulose e gestão florestal localizada em Eunápolis, no sul da Bahia. A Fibria é a sócia da Stora Enso na unidade baiana.