Preloader

Escandinávia e Brasil

Três de cada quatro empresas suecas devem ampliar operações no Brasil nos próximos três anos

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018
Três de cada quatro empresas suecas devem ampliar operações no Brasil nos próximos três anos

Três em cada quatro empresas suecas com operações no Brasil pretendem ampliar suas atividades no país nos próximos três anos, segundo a versão mais recente da pesquisa "Swedish Business Climate in Brazil", realizada anualmente pelo Team Sweden Brazil, grupo formado pela embaixada da Suécia, Câmara do Comércio Sueco-Brasileira (Swedcham), consulados e Business Sweden, em parceria com a consultoria Llorente y Cuenca. O levantamento, concluído no início deste mês de dezembro, foi feito com 72 companhias.

Das empresas entrevistadas, 72% informaram os planos de expansão para os próximos três anos e 52% declararam ter conseguido aumentar seu market share em 2018. Apesar de 95% estarem localizadas na região Sudeste, metade delas pretende estender seus negócios para outras regiões, especialmente Nordeste e Centro-oeste do Brasil. Além disso, 65% se disseram satisfeitas ou muito satisfeitas com o ambiente do país.

"Este foi um ano de retomada da economia. As empresas conseguiram acompanhar esse crescimento, conquistando mais espaço e influência no mercado”, disse, em comunicado, Jonas Lindström, diretor executivo da Swedcham. 

As principais razões apontadas para o otimismo foram a perspectiva de crescimento da economia e as reformas tributária e trabalhista em curso, além do progresso da infraestrutura do país. Como entraves para o desenvolvimento de seus negócios as empresas citaram principalmente o ambiente regulatório e as questões tributárias. O relatório também chama atenção para o fato de a corrupção ser percebida como menos desafiadora.

O levantamento não informa quais empresas responderam o questionário, mas alguns projetos de expansão são conhecidos. Em fevereiro do próximo ano, a sexagenária fábrica da Scania localizada em São Bernardo do Campo (SP), por exemplo, começará a produzir a nova geração de caminhões da companhia. Os investimentos no projeto somam R$ 2,6 bilhões.

O otimismo das empresas com o cenário econômico se confirma com a percepção de que a chegada de um novo governo favorecerá o ambiente de negócios no Brasil. Das companhias que participaram do levantamento, 84% disseram acreditar que o novo governo atrairá mais investimentos do exterior a partir de 2019. 

Geração de empregos 
Em 2017, 46% planejavam aumentar seu número de empregados em 2018. Neste ano, 45% efetivamente cumpriram o esperado e ampliaram seu quadro de colaboradores. O panorama futuro se mostra ainda mais otimista quando mais de 62% dessas empresas planejam aumentar o número de empregados nos próximos três anos. 

As empresas suecas estão em 17 setores da economia e respondem por 130 mil empregos diretos e indiretos em todo o país. A maior parte das vagas está nos segmentos de engenharia e automotivo. 

Esta é a oitava edição da "Swedish Business Climate in Brazil". Clique aqui para ler a pesquisa na íntegra.